A agricultura é uma fábrica de esperança

Foto João Xavier - Couve Xis a nascer

Um dos males da vida moderna é a falta de esperança: enebriadas em vidas demasiado citadinas e com demasiada tecnologia, as pessoas enganam o tempo com trabalhos stressantes e lazeres ociosos.
Entre as condicionantes mais severas do quotidiano da vida moderna, está a poluição que afeta a saúde física e a saúde psíquica.
Com a artificialização do ambiente, até a alimentação deixou de ser saudável e natural.
É contra todas estas condicionantes que a agricultura continua a resistir: persiste em nos fornecer alimentos a um ritmo natural, bastam-lhe ferramentas simples, induz-nos relax, fornece-nos iões negativos potenciadores do nosso bem estar e é uma autêntica fábrica de esperança, no crescimento, na floração e na frutificação das plantas de que cuidamos.
Quando investimos o nosso labor na criação de plantas, estamos sistematicamente a acionar o nosso motor interior da esperança. E essa atividade mental e espiritual disponibiliza-nos para uma postura mais aberta, esperançosa e sã, relativamente a todos os outros aspetos da nossa vida, seja a nível pessoal, seja a nível familiar ou profissional.
Faça agricultura e verá como os índices de esperança se vão inflacionar nos seus pensamentos e nas suas relações sociais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: