A agricultura dá saúde

Foto João Xavier - Alface

A agricultura melhora o estado de saúde de quem a pratica. Está provado que a atividade agrícola contribui para o equilíbrio da mente, um aspeto essencial na definição aprovada pela Organização Mundial de Saúde («Saúde é o completo bem estar físico, mental e social»…).
Nesta função, o contacto com as plantas, a ocupação produtiva do tempo e o relacionamento saudável com a natureza ajudam as pessoas a melhorar o desempenho íntegro.
Doentes com distúrbios psíquicos como a esquizofrenia e diversas psicoses têm registado melhorias notórias decorrentes das práticas agrícolas e do contacto direto com as plantas.
O investimento no futuro (o acompanhamento do crescimento das plantas, por exemplo) reforça o otimismo e diminui as preocupações patológicas.
A necessidade de investirmos com trabalho na produção agrícola (arrancar ervas e regar, por exemplo) faz-nos exercitar também músculos, tendões e articulações, retirando para longe a morbidez e a ociosidade doentia.
A este carregador de bem estar não é alheio, igualmente, o elevado índice de iões negativos que existe junto das plantas e que transforma todos os minutos que passamos junto a elas numa espécie de «terapia elétrica».
A agricultura dá saúde. Pegue no sacho e leve os seus filhos para o campo. A fazer agricultura, eles vão ocupar mais tempo ao ar livre em vez de estarem em ambientes fechados (e poluídos) e sentirão o prazer de uma vida menos acomodada e menos ociosa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: