A agricultura portuguesa

Quando em 1986 Portugal aderiu à CEE, foi mais a Europa a entrar em Portugal do que Portugal e entrar na Europa.

Depressa percebemos as linhas de orientação que eram moeda de troca para os subsídios europeus.

Os produtores de leite receberam dinheiro para reduzir a produção; os olivicultores receberam dinheiro para arrancar olivais; os produtores de vinho receberam dinheiro para diminuir as vinhas…

A par desse ataque incomensurável, expandiu-se a ideia de que Portugal deveria envergonhar-se por ser o país dessa Europa com mais gente a trabalhar na agricultura; e, aliciando os jovens para uma maior nível de escolarização, os nossos governantes esqueceram-se de dizer que deveriam ser mais escolarizados para serem mais produtivos e não para se iludirem na fuga para as cidades e para o setor terciário…

Os nossos campos são hoje em dia uma espécie de museu de produções de gerações em fim de vida.

Quase tudo o que comemos tem de ser importado. E abusamos de importações até em produtos que temos nossos. Uvas do Chile, cerejas de Espanha, peras da África do Sul, maçãs da Argentina, etc., etc., etc. …

O estado em que temos a nossa agricultura é ao mesmo tempo uma marca dos nossos tempos e um retrato da nossa inclusão na União Europeia.

Se não investirmos no setor primário, não saímos da cepa torta.

Anúncios

3 Respostas to “A agricultura portuguesa”

  1. jose luis Says:

    Gostaria de poder ser agricultor em portugal!
    O que devo fazer para atingir tal objectivo?.

  2. jose luis Says:

    Agradecido pela informação.
    cumprimentos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: