MEC e as flores…

Miguel Esteves Cardosos começou assim a sua crónica do passado dia 16 no jornal Público:

“A Primavera entrou na fase louca. De repente, sem pedir licença, as flores assustam-nos com uma violência alegre de cor. A prata luzidia das primeiras sardinhas parece fazer de moldura queque ao encarnado ordinário e extraordinariamente bonito das nossas sardinheiras. Sardinha e sardinheira: nem na Sardenha é assim. As papoilas gritam e os chorões, fatalmente decorativos, combinam cores de rosa com amarelos quase desaparecidos – e ficam bem.”

Quem é que consegue ler isto sem um rol de flores aparecer na sua imaginação?

É primavera e quem fica em casa não sabe o que perde.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: