Eça de Queiroz e a árvore

Num texto de Eça de Queiroz, podemos ler:

“- É curioso… Nunca plantei uma árvore!…

… O seu sonho, que eu compreendia, seria plantar caroços que subissem em fortes troncos, se alargassem em verdes ramarias…”

O imaginário da realização pessoal de vermos crescer uma árvore por nós plantada não passou, naturalmente, ao lado de Eça de Queiroz, um dos mais famosos escritores portugueses.

Eça nasceu em 1845 na Póvoa de Varzim, filho de um juiz. Formou-se em Direito em Coimbra, viveu no Alentejo, em Lisboa, em Leiria, em Cuba, na Inglaterra e na França. As suas principais obras são Os Maias, O Crime do Padre Amaro, O Primo Basílio, A Ilustre Casa de Ramires e A Cidade e as Serras.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: