Plantas brasileiras na Europa

As informações essenciais de plantas e flores brasileiras que foram recolhidas nos séc. XVIII, XIX e XX por estrangeiros e levadas para museus de outros países (principalmente da Europa) vão ser estudadas e registadas, para constarem no Herbário Virtual Autenticado de Espécies da Flora do Brasil (REFLORA).

O projeto envolve diversas entidades brasileiras: o Ministério da Educação, o Ministério da Ciência e Tecnologia, O Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, a Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa das Unidades da Federação. E conta com cerca de R$ 17 milhões à disposição de pesquisadores que terão até o dia 25 de outubro para preparar as propostas de trabalho.

O trabalho vai iniciar-se com mais de 400 mil espécimes depositados no Jardim Botânico Real de Kew (Inglaterra) e com cerca de 300 mil no Museu Nacional de História Natural de Paris (França). As duas instituições estrangeiras assinaram protocolos de entendimento com o CNPQ já em 2009.

Outros países como Alemanha, Suécia e Holanda contam com outros exemplares antigos da flora do Brasil, mas a investigação nesses países será efetuada posteriormente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: