Alfarrobas para os porcos

Com Lucas, a Bíblia conta-nos que certo homem tinha 2 filhos e o mais novo um dia pediu-lhe a parte que lhe competia do património…

Como se houvesse heranças antecipadas!…

O pai fez-lhe a vontade e o jovem emigrou para um país longínquo onde estrafanou o dinheiro e acabou a vagabundear, “desejando  matar a fome com as alfarrobas que os porcos comiam”.

Regressou então para junto do seu pai, que fez uma grande festa por ter de volta o filho pródigo. O filho mais velho achou injusta a alegria pelo regresso, mas o pai respondeu-lhe:

Tínhamos de nos alegrar, porque este teu irmão estava morto e voltou à vida, estava perdido e foi encontrado.”

A polémica estória do regresso do filho pródigo é conhecida e debatida em todo o mundo e traz-nos aqui uma referência interessante: as alfarrobas, que sempre foram uma das maiores produções do Algarve, eram alimento de porcos.

Presentemente, após umas décadas de esquecimento e abandono, as alfarrobas parecem as filhas pródigas da agricultura algarvia, com um renovado valor aportado pela indústria e pela doçaria.

Um interessante apontamento, para quem se regala com o sabor ímpar de uma torta ou um bolinho de alfarroba…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: