O primeiro dia de uma couve

Diz uma lei da vida que para colhermos temos de primeiro semear.

O nascimento de uma planta é um ato que nos transcende. De uma semente lançada à terra, eis uma pequena couve, no seu primeiro dia de vida à luz do sol. O que o futuro lhe reserva ninguém sabe.

Terá de resistir a ventos, soalheiras, temporais, bicharada e outros que tais.

Como qualquer um de nós, terá de se fazer à vida, aos seus prazeres e aos seus sofrimentos!… E precisará de quem a acarinhe…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: