Garvão

Uma árvore ladeada por duas cruzes de Santiago é o elemento central do brasão da vila de Garvão, sede de uma freguesia do concelho de Ourique.

Garvão, que tinha na Idade Média uma feira que era considerada a maior a sul do Tejo, possui ainda um brasão em pedra dos tempos em que foi concelho (até 1836).

Nas loucuras da implantação da república, um alvoreado foi a escopro e martelo danificá-lo.

Em novembro de 1997, Garvão sofreu uma catástrofe quando a ribeira de Garvão, que a atravessa, galgou as margens e provocou destruição, 3 mortes e a derrocada da ponte que liga as duas partes da urbe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: