A árvore é a própria paz

No poema «Um sonho da terra», João Pedro Mésseder traça diversas definições de paz.

Eis um trecho:

A paz é a água,

o vinho e o pão,

o rio e a árvore,

o campo e a cidade,

a escola, o hospital,

o tractor, a oficina,

o avião e o navio…

Para ilustrar o poema, no livro «Histórias e poemas para pessoas pequenas», Maria Ferrand optou pela árvore que aqui se reproduz. É realmente difícil melhor símbolo para a paz: a árvore é a paz em si mesma!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: