A Rua da Parreira

É muito intrigante a relação do Homem com o vinho.

Quando encontramos campos inteiros cultivados com vinha, não é por causa do consumo direto de uvas: muito mais importante, cultural e economicamente, é a produção de vinhos.

Portugal tem vastas extensões de terrenos ocupados com videiras, para a produção de vinhos. São famosos os vinhos do Douro, os vinhos do Dão, os vinhos do Alentejo,…

Esta placa toponímica é de Alvito (Alentejo).

A propósito, apetece-me aqui rebuscar a teoria de Eubulo, um filósofo grego milenar:

O 1º copo serve para dar saúde;

O 2º copo é para excitar;

O 3º copo é para dar sono;

O 4º copo já nos tira o autocontrole;

O 5º copo mete-nos em sarrabulhos;

O 6º copo faz-nos palhaços;

O 7º copo deixa-nos os olhos roxos;

O 8º copo dá para a polícia ser chamada;

O 9º copo é para acabar com o fígado;

O 10º copo deixa-nos loucos.

Uma interessante síntese em que não pensamos quando olhamos as parreiras!…

(Do site http://marafado.wordpress.com )

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: